sábado, 28 de agosto de 2010

Geladas e comidinhas...





















Agora vou escrever um pouco sobre elas:as geladas. Em nossa passagem pelo verão europeu elas não poderiam faltar, afinal na Holanda tem a famosa marca já bem conhecida por nós brasileiros(Heineken), outras cervejas artesanais e na Bélgica muitas e muitas marcas.

Iniciamos nossa primeira experência num barzinho próximo a um canal da Holanda e aprovamos.Nada parecido com o sabor das que chegam aqui pra nós.A noite fomos jantar num restaurante argentino. Fiquei impressionada com a quantidade de restaurantes argentinos em Amsterdam.

Em Amsterdam conhecemos também uma panquecaria no Princegracht,um restaurante mexicano, outro japonês e também passeiamos por duas feiras(Noodermarkt e no Albert Cuypmarket). onde pudemos conhecer novas frutas, queijos(ai que delícia é o Gouda), ver peixes e saborear o mais delicioso waffel de toda a minha vida(o stroopwafel).Compramos mais duas vezes esses waffels no supermercado Albert Heijn e trouxe apenas um (infelizmente) pacotinho dessa maravilha...
Outra coisa que gostei demais foi do iorgute natural com granolas deliciosas que tinha no café da manhã do hotel.Quanto ao café...melhor nem comentar...Achei curioso eles servirem ovos cozidos,no café da manhã com casca e tudo.

Em Voledam pudemos apreciar camarões e o Re comprou um arenque e uma enguia defumada numa barraca de rua pra comer de noite no hotel. Mas eu não tive coragem nem de experimentar pois o cheiro de peixe cru estava muito forte..

Já em Brugges e em Blankberge apreciamos diversas cervejas de muitas marcas. O guia de barco que nos levou pra um passeio pelos canais em Brugge falou-nos que sabia que no Brasil uma cerveja conhecida era a Skol. Daí ele me perguntou se eu já tinha experimentado alguma ali. Respondi que ainda não conhecia nenhuma mas que havia gostado da Heineken na Holanda. Daí ele disse:"Heineken é muito ruim!!!" E eu perguntei rindo: "E qual é a boa na Bélgica?". Então ele respondeu."Todas as cervejas da Bélgica".

Não posso contrariá-lo. Gostei de todas, afinal estávamos de férias e tudo era apenas diversão sem compromissos. Nem carro nós tínhamos ali pra nos preocupar!!!

Também pudemos provar o deliciosos e caríssimos chocolates da Bélgica. As lojas são lindíssimas, todas decoradas com chocolates de diversas formas: patinhos, cines, peixes...

Uma coisa curiosa é o fato do café da manhã no hotel de Brugge servirem pepino e tomate. Poucas frutas e sempre Kiwi.Mas "pobrezinhos": eles não tem mamão, nem um pequenino...senti falta do meu "mamão de cada dia", kkk.

Uma coisa que notamos em todas as cidades que passamos é que os europeus desses lugares adoram comer mariscos. Sempre tinha casais e crianças enchendo os pratos com as casquinhas dos mariscos.

Já em Paris acabamos aproveitando o preço barato dos vinhos e tomamos menos cervejas. Mas assim mesmo tomamos uma gelada acompanhada de um "fajuto" sanduíche na estação Gare du Nord, na hora que chegamos;em compensação no alto da torre Eiffel brindamos com taças de plástico um champanhe...

Em Montmartre paramos pra descansar um pouco e pedimos dois chopps tamanho GG...Na hora da conta aquele susto: 20 euros por dois chopps. Bebemos enfim a cerveja mais cara de nossas vidas e aprendemos a lição(sempre olhar o preço antes de pedir).

Gostei muito de almoçar num bistrô próximo a Notre Dame, tomando mais um vinho... A noite compramos queijos, baguetes e vinho no Carrefour e levamos pro hotel...

Na padaria próxima ao hotel comprei alguns macarrons, que é um docinho bem delicado e colorido...mas não achei grande coisa...nada comparado aos waffels da Holanda.

2 comentários:

  1. agora tem STROOPWAFEL na brasil:

    www.stroopwafel-waferholandes.blogspot.com

    Mr Stroopwafel

    ResponderExcluir
  2. Hummmmmque delícia!!!Vamos procurar...

    ResponderExcluir